PGE realiza III Encontro de Servidores com foco em gestão de pessoas

Publicado em 19 de agosto de 2019

Com o tema central “Planejamento Estratégico: a Gestão de Pessoas como Foco”, foi realizada a terceira edição do Encontro de Servidores da Procuradoria Geral do Estado de Santa Catarina (PGE/SC), nos dias 15 e 16 de agosto, em Florianópolis. Aproximadamente 60 colaboradores participaram do evento organizado pelo Centro de Estudos (Cest) da PGE que, a partir das demandas dos próprios servidores, com diferentes assuntos voltados ao tema central, buscou privilegiar pautas que proporcionassem conhecimento, momentos de reflexão e troca de experiências.

Na abertura, a procuradora-geral do Estado, Célia Iraci da Cunha, discursou sobre o aprimoramento de gestão, capacitação profissional e evolução pessoal. “Somos servidores públicos, nossa função é servir as pessoas, é ajudar, é fazer o bem e usar do conhecimento que adquirimos para melhorar a sociedade em que vivemos. O conhecimento constrói”, afirmou Célia.

O procurador-chefe do Cest, Ricardo Della Giustina, tratou dos investimentos em capacitação de pessoal para os servidores produzirem mais e melhor. “A população vem pedindo eficiência. Na PGE, estamos trabalhando com menos gente devido às aposentadorias, e os servidores estão dando conta do recado”, declarou, afirmando que as instituições também precisam proporcionar qualidade de vida aos funcionários. “Quem trabalha feliz, trabalha melhor”, observou Della Giustina.

A presidente da Associação dos Servidores da Procuradoria Geral do Estado (ASPGE), Karine Domingues Carneiro, agradeceu o empenho e o comprometimento dos colaboradores da PGE. O presidente da Associação Catarinense dos Assistentes Jurídicos (ACAJ), Bruno Ribeiro, ressaltou a satisfação em ser servidor público, buscando prestar melhores serviços à sociedade. As duas associações foram parcerias na realização do encontro anual de servidores.

Homenagem aos aposentados

Durante o encontro, a PGE prestou uma homenagem aos últimos servidores aposentados, Eni Besen que atuou por 34 anos na Biblioteca da PGE, e Antônio Carlos Aguiar, que trabalhou durante 14 anos na instituição. Ambos tiveram reconhecidos os excelentes serviços prestados ao Estado de Santa Catarina durante a homenagem feita pelos procuradores do Estado Francisco Guilherme Laske e Gian Marco Nercolini. Os ex-servidores agradeceram e relembraram os anos vividos e dedicados à Procuradoria Geral do Estado.

Gestão do tempo

Abrindo o circuito de palestras com o workshop “Use seu tempo com propósito”, a consultora Alice Castro deu dicas aos servidores de como organizar as rotinas e o tempo para serem mais produtivos no trabalho. “É preciso entender o propósito de todas as atividades, saber para onde se está caminhando e definir o que realmente é importante”, explicou Alice, instruindo os participantes a focarem no propósito de vida, aprendendo também a dizer não, quando necessário. Ela ainda falou sobre as diferenças entre ser uma pessoa ocupada e produtiva, e mostrou os benefícios de criar uma agenda para organização e controle dos horários e tarefas a realizar.

Empreendedorismo

Com um bate-papo sobre “Empreendedorismo no Serviço Público”, o chefe da Unidade Estadual em Santa Catarina do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Roberto Kern Gomes, falou sobre as melhores práticas intraempreendedoras para a gestão pública, explicando os conceitos de empreendedor e intraempreendedor, afirmando que ambos são agentes de transformação nos processos de mudança nas empresas e instituições. Ele ainda afirmou que todos podemos ser inovadores, desenvolvendo formas diferentes de exercer o trabalho público para melhoria de toda a sociedade.

Transformação digital

O diretor de Tecnologia da Secretaria de Estado da Administração, Félix Fernando da Silva, falou sobre a “Transformação Digital na Administração Pública”, declarando que, atualmente, o fluxo de dados vem aumentando exponencialmente e que todos os negócios do governo são digitais. “A transformação digital dentro de uma instituição pública permite produzir mais com menos”, afirmou. Ele ainda completou explicando que a tecnologia ajuda a melhorar a vida das pessoas em diferentes áreas como saúde, educação e segurança. Ele também explicou sobre a Plataforma de Serviços Digitais de SC, que está alinhada ao serviço federal, sendo uma plataforma única por meio da qual a população tem acesso aos serviços públicos desejados.

Gestão por indicadores

Encerrando o primeiro dia de evento, o professor da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Valério Turnes palestrou sobre “Gestão por Indicadores no Serviço Público”, instruindo os administradores públicos a usarem o acesso à informação para melhorar o resultado dos serviços prestados à população, comparando o serviço público à uma cabine de avião. “Devemos usar os indicadores de medida para entender o que está acontecendo no Estado para poder tomar providências necessárias. Informações importantes nunca podem ser negligenciadas”, advertiu.

Escrita na era digital

Na sexta-feira, dia 16, o encontro foi iniciado com a palestra “A Escrita no Contexto Tecnológico”, com a professora da Fundação Escola de Governo (ENA), Priscylla Alves Campos, profissional que ajudou a implementar o programa “Governo Sem Papel”. Priscylla falou sobre a evolução da escrita na era digital, explicando que devemos escrever de uma forma clara e objetiva, pois o domínio da escrita também é uma forma de poder.

Saúde e comunicação

Em seguida, a psicóloga Rafaela Luiza Trevisan, com o intuito de fomentar a saúde física e mental nos ambientes do Governo do Estado, palestrou sobre “Saúde e Qualidade de Vida no Trabalho”, afirmando que as instituições precisam dar atenção aos servidores com doenças de ordem psicológica e que os funcionários precisam ter o trabalho como um propósito de vida, pois a saúde do corpo e da mente andam juntas. “A saúde é uma só. Vida pessoal e profissional andam juntas, uma interfere na outra. Somos uma coisa só”, afirmou. Rafaela ainda fez uma segunda palestra sobre “Gerenciamento de Conflitos – Comunicação não Violenta e Feedback”, que se embasa em quatro pilares – observação, sentimento, necessidade e pedir – para manter uma comunicação saudável no ambiente de trabalho.

Utilização de dados

O terceiro palestrante do dia foi o servidor do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Christian Rosa, que falou sobre a “Utilização de Dados na Administração Pública para Tomada de Decisão”. Segundo Rosa, o MPSC iniciou a gestão por meio do uso de dados por volta de 2012, tendo feito parcerias para integração e utilização de dados com outros órgãos públicos. Na avaliação dele, é um processo que precisa de investimento de longo prazo, mas o retorno é muito significativo para a instituição, na medida em que gera economia e permite que os servidores dediquem tempo para outras atividades.

Educação financeira

A última palestra do encontro foi sobre “Educação Financeira”, com a economista e consultora Rafaella Correa, que ministrou uma aula sobre planejamento econômico e a arte de se fazer boas escolhas na hora de investir o dinheiro. Rafaella alertou que os servidores mais endividados costumam se tornar menos produtivos no trabalho, e que todos deveriam rever os hábitos de consumo e se organizar para ter reservas de emergência financeira.

Confira outras fotos do evento aqui

 

(colaboração de Anny Metzker)

Informações adicionais para a imprensa:
Maiara Gonçalves
Assessoria de Comunicação
Procuradoria Geral do Estado
comunicacao@pge.sc.gov.br
(48) 3664-7650 / 99131-5941 / 98843-2430