Raul Sartori (11/3/2017)

Publicado em 13 de março de 2017

Paridade polêmica
Consultada, a Procuradoria Geral do Estado sugeriu e o deputado estadual José Nei Ascari (PSD), na condição de relator, deu parecer contrário em projeto que tramita na Assembleia Legislativa desde março de 2016 que garante a paridade de gênero (50% de cada sexo) nos conselhos estaduais de controle social (saúde, assistência social, idoso, etc.).
Devido ao inesperado parecer, a tramitação foi suspensa por pedido de vista. A PGU (sic) argumentou que a paridade poderia inviabilizar as atividades dos conselhos, por falta de quórum. Será?