Jornal Notícias do Dia – Roberto Azevedo (29/10/2015)

Publicado em 29 de outubro de 2015

Por que não?
Plano de Carreira do Magistério, que demorará para chegar à Assembleia, a pedido da Casa Civil e da Procuradoria Geral do Estado, para acertos de texto legal, deve ser tratado como um marco para o início de construção do salário dos profissionais da educação no Estado. Discursos e posições inflexíveis de governo e sindicalistas não melhorarão a condição da categoria, sem esquecer que os acontecimentos que se iniciaram em março passado e resultaram em um greve sem apoio da grande maioria do magistério, adiaram a execução da proposta.