PGE compartilha experiência com o uso da ferramenta BI em workshop promovido pela SEA

Publicado em 31 de janeiro de 2019

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) participou do Workshop de Boas Práticas nas Análises de Dados Públicos, realizado pela Secretaria de Estado da Administração (SEA), na manhã desta quinta-feira, 31, no Centro Administrativo, em Florianópolis. O corregedor-geral Sérgio Laguna Pereira apresentou a experiência do uso da ferramenta de Business Intelligence (BI) no Escritório de Processos, Projetos e Estratégia (EPPE) da PGE. 

Durante a apresentação, Sérgio Laguna Pereira ressaltou que, por meio do BI, o gestor da PGE tem acesso aos dados em tempo real. “No âmbito do Contencioso, temos a necessidade de identificar ações repetitivas para adotar providências que previnam o crescimento de ações judiciais. Em relação à Procuradoria Fiscal, a PGE tem a tarefa de garantir a efetividade das cobranças, identificando, por exemplo, grupos de devedores que podem ser focados. Nesse sentido, o BI nos permite analisar dados em tempo real e avaliar melhor a tomada de decisão”, explicou o corregedor-geral.

O consultor do EPPE, Renan Cadamuro, que acompanhou a apresentação, demonstrou a forma de visualização dos painéis de indicadores e as informações disponíveis para a tomada de decisão pelos gestores. Embora o uso da ferramenta BI tenha sido implementado na PGE em setembro do ano passado, o banco de dados é de 2005, o que garante um histórico importante para as análises. Como resultado, a PGE já garantiu o acesso das informações por parte de todos os procuradores, a redistribuição da carga de trabalho entre as áreas e a melhor compreensão da estrutura organizacional.

O objetivo do evento realizado pela SEA foi conhecer as metodologias de inteligência e ciência de dados utilizadas pelos órgãos públicos catarinenses e o tratamento dos indicadores como apoio à tomada de decisão do gestor público e contou com a presença do secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca. Ao fim da apresentação, o secretário Tasca elogiou a experiência da PGE com o uso da ferramenta de tecnologia e destacou a representatividade dos dados em tão pouco espaço de tempo desde que as análises passaram a ser feitas, em setembro de 2018.

Informações adicionais:
Maiara Gonçalves
Assessoria de Comunicação
Procuradoria Geral do Estado
comunicacao@pge.sc.gov.br
48) 3664-7650 / 99131-5941 / 98843-2430