PGE busca alternativas para aperfeiçoar sistema de gestão de processos judiciais

Publicado em 4 de dezembro de 2017

A Procuradoria Geral do Estado de Santa Catarina (PGE) está buscando o aprimoramento do sistema de gestão de processos judiciais, como alternativa ao utilizado atualmente no órgão, o PGE.Net.

Com esse objetivo, procuradores participaram de encontro, nesta segunda-feira, 4, com representantes do Ministério Público Estadual (MPE), para conhecer o processo desenvolvido pela instituição para substituir e modernizar o seu sistema. Durante a reunião, na sede do MPE, na Capital, foram mostradas as diferentes etapas para a implantação de um sistema mais ágil: migração do banco de dados, integração com outros softwares, capacitações dos usuários e suporte técnico.

Participaram os procuradores Fernando Mangrich (corregedor-geral), Ana Cláudia Allet Aguiar, Aline de Souza e Francisco Nogueira, além do gerente de Informática, Leandro Abel, e o representante da consultoria que está realizando o Planejamento Estratégico da PGE, Marcelo Rotta. Representando o Ministério Público estiveram presentes o promotor de Justiça Laudares Capella Filho e o gerente de Sistema de Atividade-Fim, Paulo Cesar Allebrandt.

Na semana passada, houve outra reunião para o mesmo fim, desta vez, junto ao Departamento de Gestão Estratégica da Advocacia-Geral da União (AGU), em Brasília. Na ocasião, os representantes da PGE conheceram o Sistema Sapiens, solução tecnológica utilizada pela AGU para a gestão de processos judiciais.
O procurador federal Eduardo Alexandre Lang, criador e atual gestor do Sapiens, mostrou as funcionalidades da tecnologia adotada. Lang ressaltou a intenção da AGU de compartilhar o sistema com as procuradorias estaduais, com o propósito de facilitar a comunicação da advocacia pública federal e estadual, assim como otimizar esforços no desenvolvimento da ferramenta.
A procuradora do Estado Ana Cláudia Allet Aguiar saiu do encontro muito satisfeita. “Renovamos a certeza de que podemos ter uma ferramenta de trabalho melhor do que a que hoje utilizamos”. Também estiveram presentes no encontro os procuradores do Estado Carlos Dalmiro Soares, Sérgio Laguna Pereira e Zany Estael Leite Jr, além de Leandro Abel.

A procuradora-geral adjunta para Assuntos Administrativos, Rejane Maria Bertoli, também tratou sobre o tema, durante o encontro do Colégio Nacional de Procuradores Gerais dos Estados e do DF, em Foz do Iguaçu.
No evento, em 24/11, a advogada-geral da União, ministra Grace Maria Fernandes Mendonça, já tinha ofertado o compartilhamento do Sapiens com as PGEs, através da assinatura de termo de cooperação.