PGE/SC regulamenta a emissão de pareceres jurídicos referenciais

Atualizado em:

Portaria publicada nesta sexta-feira (28) permite adotar mesmo entendimento para casos idênticos, eliminando a burocracia de processos da Administração Pública

A Portaria 40/2021, que regulamenta a emissão de pareceres jurídicos referenciais, será publicada no Diário Oficial do Estado de Santa Catarina desta sexta-feira (28). O texto otimiza a atuação do Sistema Administrativo de Serviços Jurídicos da Administração Pública Estadual ao permitir aproveitar peças jurídicas para orientar processos recorrentes em casos idênticos. Por meio da orientação uniforme, a tramitação será mais célere.

O procurador-geral do Estado, Alisson de Bom de Souza, explica que a regulamentação moderniza e aumenta a eficácia do trabalho. “Os órgãos setoriais e seccionais podem editar pareceres jurídicos, desde que referendados pela PGE/SC. Isso reduz a burocracia desnecessária e permite que o Estado entregue mais para os cidadãos e de forma mais rápida”, avalia. 

Os pareceres referenciais permitem dar celeridade às tramitações na Administração Pública – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

Quando houver pareceres referenciais sobre determinada matéria, não há necessidade de pareceres jurídicos repetitivos sobre o mesmo assunto. A autoridade administrativa poderá se basear no parecer referencial para fundamentar atos corriqueiros e repetitivos da Administração. 

O texto publicado nesta sexta-feira tem vigência imediata. Portanto, as instituições do Estado já podem utilizar pareceres jurídicos referenciais.

(Colaboração: Pablo Mingoti).

______

Informações adicionais para a imprensa:

Felipe Reis

Assessoria de Comunicação

Procuradoria-Geral do Estado

comunicacao@pge.sc.gov.br

(48) 3664-7650 / 3664-7834 / 98843-2430